segunda-feira, 11 de junho de 2012

JOAO SEMANA « Retrato social do Portugal em finais seculo XIX

          FICCÇÃO NACIONAL                                           
                                
                                             JOAO SEMANA « Retrato social do Portugal em finais Seculo XIX »


     
      Esta serie que passou no  canal 1 da RTP no ano de 2005, passou despercebido pela maioria dos portugueses, mas foi excelente, aliás é curioso que sempre que se pega nos textos de escritores do nosso romantismo, dão por norma grandes exitos, foi assim com «Crime do Padre Amaro» e«A tragedia da rua das flores» do Eça de Queiroz,   e esta serie que se inspira nas «pulilas do senhor reitor» do Julio Dinis .  Claro está que series de epoca , de qualidade custam dinheiro, explicam  da Historia e Estoria de Portugal, retratam o Portugal profundo, religioso, atrasado, da luta do rural para urbano, conservador para o liberal.  Serie que parte de um territorio algures no Douro vinhateiro, tradicionalista, rural, as suas diferentes hierarquias sociais são retratadas, a influencia que a Igreja e a religiao tinham no seu tempo, o Senhor reitor  - no cas, mas tambem o paroco,  o papel politico do regente e  os estratos sociais. Tudo gira á volta do Medico, avesso ao tradicional, á «medicina tradicional», onde as messinhas  da  beata, mais devota tudo cura, ao barbeiro  que tudo resolve desde  corte de cabelo ao arrancar e dentes, a luta da Santa Madre Igreja  pelo enterro dos defuntos na Igreja e não em cemiterios,  os desgostos de uma filha que anda na boca do mundo pelo facto de se amantizar antes de casar com um moço da aldeia, a encruzilhada politica do segundo quartel seculo XIX , com as guerras intestinas  entre liberais e cartistas, o celeberrimo episodio da Maria da Fonte, o robin dos bosques português « Zé do Telhado», enfim uma trama tão nacional, daí a grande qualidade da serie, pouco divulgada mas que tem por mim a justa homenagem. Brilhantes interpretações de : Nicolau  Breyner - Joao Semana-, Carla Chambel,  Joao D'avila - o sernhor reitor- e Filipe Duarte - Zé do Telhado entre outras diga-se. Deixou saudades excelentemente realizada por Joao Cayatte que irá posteriomente realizar outra serie fantastica «Quando os lobos uivam» de Aquilino Ribeiro.  é interessante que  amizade do Reitor pelo Medico da Aldeia é enorme, mas ideologicamente estão anos luz um do outro.  As relações proibidas e  secretas.  Valeu  as sextas-feiras á noite de frente da TV para ver esta serie. Serie bem realizada, com bom guarda-roupa com  cenario brutal do Douro Sao Joao da pesqueira.   Uma brilhante reconstituicao historia do Portugal  Liberal.



tenho dito

Sergio neves